Ativa

A empresa iniciou as suas atividades em Novembro de 1994 com o nome de Igaruana Rafting dos sócios Otto Hassler e Luiz Augusto Merkle, os dois experientes canoistas de muitos anos e apaixonados pela natureza. A primeira base foi instalada em Ibirama/SC e as descidas aconteceram no Rio Itajaí, que se tornou rapidamente referência de um dos melhores Raftings do país.

Já em 1995 aconteceu o primeiro Festival de Rafting, que segue até hoje como um dos mais importantes campeonatos amadores.

Já em 1995 aconteceu o primeiro Festival de Rafting, que segue até hoje como um dos mais importantes campeonatos amadores. Outras atividades de ecoturismo foram incluídas nos programas da Igaruana e no início de 1996 iniciou a exploração comercial do Rapel.

Também em 1996 a empresa mudou para o município de Apiúna, com uma sede própria nas margens do Rio Itajaí-Açú. Os guias da Igaruana foram os primeiros que prestaram o exame oficial para guias de Rafting da Confederação Brasileira de Canoagem. Neste ano iniciaram também os primeiros treinamentos empresariais através do programa TEIMA, desenvolvido pela empresa.

Uma nova etapa iniciou em 1998 com a saída do Luiz Augusto Merkle da sociedade e a mudança para o nome Ativa. A base de Apiúna se tornou rapidamente um centro de Aventuras oferecendo mais de 30 roteiros com diversas atividades.

Bote com Índios - Um dos símbolos da Ativa RaftingBote com Índios - Um dos símbolos da Ativa RaftingEm 1999 foi introduzido o Duck nas atividades, e a equipe de competição da Ativa (junto com os integrantes da Canoar) participaram do Campeonato Panamericano em Costa Rica e classificou-se em terceiro lugar.

Devido a baixa temporada por causa do inverno em Santa Catarina, despertou-se o interesse em abrir outras bases em lugares mais quentes e em junho de 2000 foi fundada a primeira filial da Ativa em Itacaré na Bahia. Esse foi também o início de um novo conceito de Turismo, unindo o turismo de praia com o turismo de aventura. Ainda no mesmo ano, em dezembro foi o início da operação da base de Santo Amaro da Imperatriz na Grande Florianópolis. Poucos meses depois foi aberta a terceira filial da Ativa, atendendo os clientes do famoso complexo hoteleiro Costa do Sauípe na Bahia.

Em 2001, a equipe da Ativa conquistou o Campeonato Brasileiro de Rafting e conseguiu com isso o direito de participar do mais importante campeonato a nível mundial no melhor rio do mundo. Participou do Camel White Water Challenge no Rio Zambezi na Zâmbia, um rio com enorme volume de água, com a elite do Rafting mundial e conquistou o 12. Lugar.

Em todos estes anos, a Ativa Rafting se consagrou como uma das mais importantes empresas do ramo no país e o proprietário iniciou as pesquisas para transformar a Ativa numa rede de parcerias de Turismo de Aventura. Esta nova fase aconteceu a partir de julho de 2003, quando várias bases se tornaram empresas independentes, mas unidas com o mesmo conceito de qualidade e segurança.

Mais uma inauguração aconteceu em 2004 na Costa do Dendê com a base de Nilo Peçanha, que atende os turistas de Morro de São Paulo, Boipeba e Salvador.

A partir de 2004 os roteiros integrados se tornaram cada vez mais importantes com a oferta de roteiros completos de vários dias ou semanas. Isso deu impulso para a internacionalização que aconteceu em maior escala a partir de 2006 como operador receptivo para várias empresas do exterior. Além de roteiros integrados de Santa Catarina e Bahia, iniciaram-se tours por todo o Brasil.

Hoje, a Ativa Rafting e Aventuras se destaca como uma operadora receptiva com roteiros diferenciados que unem aventura, belezas naturais e a história e os costumes locais. Praticamos  o verdadeiro turismo sustentável e ecológico em todos os seus sentidos.

 
 

América do Sul

 
 

Viagens em grupo ou

individuais!

 

Boletim de Notícias

Obrigatório *